Mickey-Mouse-flickr-J_E_S

Bons modos: é bom e o Mickey também gosta

Mickey acenandoSabe por que resolvi falar disso aqui? Porque já li em vários sites americanos comentários nada agradáveis sobre nós, brasileiros, e quando comecei a ler percebi que não se tratava de preconceito e sim de comportamentos que a gente realmente faz e não percebe. Ou até percebe, mas no nosso país é aceitável, então a gente não liga.

E como o nosso país é um dos únicos que possui excursões, a coisa fica pior… Sabe como é o ser humano… Em grupo faz coisas que não faria sozinho! E nessa acaba fazendo bobagens, que deixam a nossa fama bem feia lá fora.

Sem falar nos adolescentes que viajam sem os pais… Acabam se deparando com uma situação diferente, sensação de liberdade, um frenesi… E acaba tendo comportamentos inadequados. Então não deixe de alertá-los, até porque dependendo do comportamento, a pessoa pode ser convidada a se retirar do parque ou até mesmo ser deportada dos EUA.

Então pensei “preciso dar essa dica para os meus leitores, pois tenho certeza que eles não vão nos envergonhar nos EUA”.

Portanto atenção dobrada nos itens abaixo:

– Respeito às filas – Isso é feio em qualquer lugar do mundo. Aqui a gente já fica bravo com isso… Lá então, eles são extremamente sérios com essa questão. Então não fure filas! Todos estão ali esperando, você também deve ficar.

Lixo – Se tem uma coisa que se pode falar de Orlando é que é uma cidade muito limpa. E nos parques parece que eles “lambem” o chão o dia inteiro. Não se vê uma sujeirinha no chão. Então não seremos nós que vamos jogar papel no chão ou pela janela do carro.

Furtos – Principalmente os jovens às vezes querem fazer apostas ou coisas do gênero, e cometem pequenos furtos em lojas, como chaveiros, doce, broche… Essas bobaginhas pequenas e de pouco valor. Lá tem câmera em tudo quanto é lugar e existem seguranças à paisana, loucos para pegarem um engraçadinho. Pelo amor de Deus, não tente nenhuma brincadeira desse tipo.

Gorjeta – Gorjeta nos EUA é quase uma religião. É considerado de mau tom não dar gorjetas. Isso faz parte do salário da maioria do prestadores de serviço como garçons, camareiras, entregadores, etc. Então saiba quanto dar para cada categoria:

      Taxista: 15% do valor da corrida

    Camareira: de US$2,00 a US$3,00 por noite (deve ser deixado na mesa de cabeceira todas as manhãs)

     Garçons: de 15% a 20% do valor da conta (dependendo do tipo de restaurante e número de pessoas na mesa)

     Entregador de pizza: de US$1,00 a US$3,00 (dependendo da distância)

     Carregador de malas: de US$5,00 a US$10,00 (dependendo da quantidade de bagagem)

Brincadeiras de mau gosto com personagens – Sempre com um personagem para foto, fica uma pessoa ao lado; uma espécie de ajudante. Ele está ali para organizar a fila, auxiliar o personagem e para inibir comportamentos inadequados. Então não puxe orelhas, rabos, perucas, fantasia ou qualquer outra parte de nenhum personagem e não faça nenhuma brincadeira desagradável que possa resultar em advertência.

Falar alto – Americano tem horror a pessoas que falam durante as atrações, que ficam dando risada alta, que ficam gritando… Sabe aquelas coisas exageradas que fica bem escandaloso ou que incomoda as pessoas que estão em volta? É isso! Eles chegam a chamar a sua atenção na cara dura…

Pronto! Viu, são bobagens que às vezes aqui no Brasil passam despercebido, mas que lá são considerados comportamentos inaceitáveis.

Com esses detalhes, tenho certeza que nós não vamos ajudar a engrossar o coro de pessoas na internet falando mal do comportamento dos brasileiros, não é mesmo!?

   

Cadastre seu e-mail para receber novos posts:

Administrado por FeedBurner

Já conhece os serviços da Andreza?

23 comentários em “Bons modos: é bom e o Mickey também gosta”

    1. Olá,
      Quando digo gritando, estou falando daquela bagunça que brasileiro faz quando anda em grupo: grita nas lojas, fala alto em cinema, fica conversando em atrações que são narradas… Essas coisas que atrapalham.
      Na montanha russa, pode soltar a voz à vontade. rs
      Abraço

      1. Olá Andreza gostei das dicas e do seu blog, da lista a única coisa que não tenho costume é o das gorjetas mesmo, porém também tinha ficado com a mesma dúvida do Jonas fiquei imaginando como não soltar um grito da montanha russa kkkkkk….Entrei aqui no seu blog porque estou indo para a Disney agora em agosto dia 15 e ja estou reunindo o máximo de informações que eu puder.
        abraços

  1. Oi Andreza,
    Ja faz tempo que acompanho seu blog e suas dicas sao sensacionais. Como ex-funcionaria da Disney te digo que ate memorando sobre como tratar os brasileiros os funcionarios recebem. As diferencas culturais sao enormes e cansei de explicar para os meus colegas gringos peculiaridades sobre a nossa cultura.
    Se vc vier aqui para NY quem sabe a gente marca um cafe para conversar sobre a Disney.
    Abracos e parabens pelo blog.
    Tania

    1. Pois é, Tania.
      E além das diferenças culturais, tenho a sensação que brasileiro se "empolga" quando está fora de casa 🙂
      Obrigada pelo seu relato!
      Setembro estarei por aí… Quem sabe rola um café!?
      Abraço e obrigada

  2. Andreza tb irei em setembro, quando vc vai?

    Iremos em dois casais, pela primeira vez na Disney.

    Vc já viu alguma programação especial para sugerir?

    Obrigada

    Bjosss

    1. Nayara,
      Chegamos em Orlando dia 19.
      Os eventos especiais em setembro são o Halloween da Disney e da Universal. No menu lateral você encontra por Eventos Especiais.
      Abraço

  3. Boa Tarde Andreza!!!!!
    Estou indo dia 21 de setembro. Você acha que os parques estarão cheios?

    Escolhi 6 parques para ir: Universal, Island of Adventure, Hollywood Studios, Bush Gardens, Sea World e Aquatica. Quais deles e consigo visitar até umas 16:00…pq sei que tem parques com atrações noturnas.

    Ja agradeço pela atenção e parabéns pelas dicas!!!!!

    1. Fabio,
      Acho que o Aquatica e o SeaWorld são os parques que você consegue fazerem menos tempo, porém os únicos que possuem show à noite são Universal e Hollywood Studios.
      Abraço

  4. Olá Andreza!
    Adoro seu blog, e realmente ele é muito útil. Fiquei com dúvida em relação as gorjetas para as camareiras, nunca fui para Disney e gostaria de saber se as gorjetas das camareiras serve só para hotéis fora da Disney ou nos hotéis da Disney também??

    Desde já agradeço e parabéns pelo blog!
    Isamara

  5. Boa noite Andreza!!!!
    Primeiramente tenho que lhe parabenizar pelo fabuloso trabalho!!!! É de impressionar a exatidão das informações e riqueza de detalhes de cada item em seu blog!!! Imagino que todo o trabalho seja muito gratificante!!!! Parabéns!!!
    Então, depois de algumas horas estudando e anotando suas dicas (apesar de já ter ido à Disney, depois de conhecer seu blog percebi que não sei de nada), acabei lendo esta muito importante…
    Infelizmente, neste contexto, temos uma cultura enraizada no nosso povo que, por vezes, nos envergonha… Que esta dica sirva não apenas para a Disney, mas que ela seja conscientizada, implantada e policiada por todos nós em nosso cotidiano!!! Temos que acabar com essa "fama" de baderneiros!!!
    E como reza a lenda do justo pagar pelo pecador, sinto-me injustiçada quando entro em um hotel ou falo que sou brasileira e pessoas me olham com aqueeela cara de "lá vem mais um brasileiro"!
    Enfim, que fique sua dica!!!!

    Camila Vieira

  6. Baby, trabalho com turismo e posso garantir que eles não tem respeito pelos trabalhadores da área no Brasil. Não deixam gorjetas, as vezes deixam muito para um funcionário só quando há mais de um lhes atendendo, são muito mais mal educados do que os brasileiros. Não estou justificando maus comportamentos, mas americanos são considerados péssimos turistas no que se refere à educação no mundo inteiro, inclusive aqui…

  7. Como dar gorjeta para a camareira, tenho que deixar todo dia um valor, ou posso deixar um valor, por exemplo: 10 reais de uma vez, e se trocar a camareira que cuida do meu quarto, preciso deixar um bilhete e o que escrever nele? Agradeço sua ajuda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *