skeletons
/ I-Drive 360

Skeletons: O novo museu de esqueletos em Orlando

Em abril, durante a Amazing Trip, pudemos entrar numa atração no complexo I-Drive 360 (o mesmo da Orlando Eye, Madame Tussauds e Sea Life Aquarium) que ainda estava em obras, que me deixou fascinada. Trata-se do Skeletons, um museu de esqueletos.  Isso mesmo! Museu de ossos… São mais de 400 esqueletos de animais de diversas espécies em exposição no museu. São mamíferos, répteis, aves e até esqueletos de humanos.

Na época, como já mencionei, o lugar ainda estava em obras. O proprietário do museu, o Jay, estava lá e nos deixou entrar e nos mostrou diversos esqueletos que já estavam montados ou quase montados.

Animais de fazenda, como porco, cabra e vaca com o fazendeiro

E eu achei tão interessante, que quis voltar lá depois da inauguração para ver tudo pronto. Dessa vez voltei com a família e fomos recepcionados pelo Mark, diretor executivo do museu, que fez um tour conosco em todo o espaço, nos passando várias informações.

Como é o Skeletons

A entrada do museu é pela loja, que vende muito além dos tradicionais souvenirs. Eles possuem diversos itens educativos como livros, jogos, esqueletos para montar… Muita coisa interessante e educativa para as crianças.

Lá você encontra também crânios de alguns animais e algumas espécies expostas em quadros, como borboletas. Todos esses eu confesso que não fazem meu estilo.

skeleton

Mas o mais exótico são as “guloseimas” com insetos de verdade. São pirulitos e petiscos com formigas, escorpiões e larvas. Me deu arrepio só de ver… Eu não comeria jamais, mas como tem louco prá tudo, se quiser experimentar, já sabe onde vende.

A bilheteria fica na própria loja e atrás do balcão está um enorme (coisa óbvia) esqueleto de baleia.

Mark nos explicou que todos os esqueletos ali expostos são reais; nada é réplica. Todos os esqueletos são encontrados na natureza ou doados por zoológicos e parques.

Ele nos explicou como é feito o processo de limpeza dos ossos. Depois que os animais se decompõem, ainda ficam restos de carne, músculos, etc nos ossos. Para fazer a limpeza eles usam insetos que se alimentam desses restos e deixam os ossos limpinhos. A “faxina” dura em torno de 2 ou 3 dias e depois disso os ossos ficam completamente limpos.

Inclusive existe uma vitrine exibindo o processo ali mesmo, ao vivo e a cores… Assim que os ossos que estão ali ficam completamente limpos, eles são trocados por outros, para sempre ter “carne fresca” na vitrine.

skeletons

skeletons

skeletons
Insetos fazendo a limpeza num crânio de cachorro

Tá bom… Eu sei que essa parte é meio nojenta, mas é tão interessante que é impossível ficar indiferente. Aliás, vou dizer para vocês que eu acho que eu poderia ter sido médica… Eu adoro essas coisas! Acho super interessante saber como o corpo funciona e como ele é por dentro. Acho mágico!

Bem, durante a exposição você encontra esqueleto de diversas espécies e descobre muitas curiosidades.

Você encontra diversos crânios de homens das cavernas, por exemplo, e pode comparar como o ser humano se desenvolveu ao longo dos anos.

Uma seção bem interessante é a de anomalias, naturais ou provocadas pelo ambiente. Ali estão esqueletos de animais siameses, crânios de animais com um único olho, traumatismo craniano e nanismo por exemplo. As mais curiosas são as mudanças provocadas pelo ambiente, que mostra como a estrutura óssea se adapta às condições a que está exposta.

Uma outra curiosidade que o Mark nos contou é que em alguns animais o chifre exposto no museu não é real e sim réplicas. É o caso do rinoceronte negro, cujo chifre chega a valer algumas centenas de milhares de dólares. Por questões de segurança, eles não expõem itens valiosos, para evitar ação de criminosos no museu.

skeletons

Um outro esqueleto interessante é desse animal que teve um tumor na face, que inclusive ocasionou a sua morte. Esse tumor calcificou e ficou “encrustado” no osso do animal, gerando essa “massa” à direita.

Mark nos chamou a atenção para um item: enquanto os felinos possuem crânios similares entre todas as espécies, os caninos possuem formatos de crânios completamente diferentes dependendo da espécie.

skeletons
Esqueletos de leão, leopardo, gato doméstico, tigre e outros felinos

skeletons

Esqueletos e crânios de diversas espécies de cachorros

Na área dos animais da África, Mark nos fez uma gentileza e nos convidou para tirar uma foto junto aos grandes animais dessa região como girafa e elefante. Ficamos bem apreensivos, pois qualquer movimento errado poderia causar um efeito dominó nos animais, o que seria ligeiramente constrangedor…

skeletons

Mais curiosidades: abaixo os crânios de elefantes. O da esquerda é o Africano e o da direita o Asiático. Note como as estruturas são diferentes. E é algo que normalmente, num animal vivo, não percebemos a diferença.

A área dos répteis é super interessante. Desculpa a minha ignorância, mas nunca imaginei que cobra tinha um esqueleto. Sei lá o que eu imaginei, mas não pensei que ela tinha tantos ossos. Incrível!

E vocês se lembram quando eu falei da diferença entre jacaré e crocodilo no post sobre o Gatorland? Então, aqui é possível identificar facilmente os dois, pois a diferença é nítida.

Jacaré – que possui a cabeça mais arredondada

Crocodilo – com a cabeça mais afilada

E não é que o Brasil está bem representado no museu!? Lá você encontra animais como tamanduá, bicho-preguiça, tatu e tucanos.

skeletons

E agora a coisa mais impressionante que aprendi no museu: o tubarão só possui um único osso que é o da mandíbula. O resto dele é inteirinho é formado por cartilagem… Como é que pode um animal daquele tamanho ter somente um osso? Eu jamais soube disso e foi no mínimo revelador!

Abaixo mais alguns esqueletos de diversos animais em exposição.

Tartarugas

Hipopótamo

Diferentes espécies de morcegos

Ursos

Focas, leões e elefantes-marinhos

Pinguim

Diversas espécies de peixes

Canguru

skeletons

Diversas espécies de aves e seus ovos

Perguntei ao Mark se não havia um exemplar da águia americana, afinal de contas ela é o símbolo dos Estados Unidos. Ele nos explicou que é muito difícil conseguir esqueleto de águia americana (ou água careca), pois ela é protegida por leis federais, que impedem a captura dos animais. E como o museu recebe a maioria dos esqueletos de doações de zoológicos, fica difícil consegui-la, pois muitos zoos não a possuem.

E antes de terminar o nosso tour, Mark nos falou sobre o trabalho dos “montadores” dos esqueletos, que além de ser um trabalho extremamente minucioso, é também um trabalho artístico, pois eles precisam pensar em posições interessantes para exibir os esqueletos… Eles precisam parecer estar em atividade, mesmo depois de mortos.

Nós adoramos o passeio! Achei muito interessante e extremamente educativo. Aprendemos muitas coisas novas e foi muito revelador. É um ótimo programa para quem gosta de Biologia e para as crianças e jovens que aprendem essas coisas na escola e não tem nada parecido aqui no Brasil para ver na prática o que só vê nos livros. Eu, por exemplo, gostei mais desse museu do que do aquário. Superou as expectativas.

Recomendado ao extremo!!!

O Skeletons fica aberto diariamente das 10h às 22h e fica localizado no I-Drive 360: 8445 International Drive. 

Sugiro destinar pelo menos uma hora para fazer o tour completo no museu.

Nós vendemos ingresso para o Skeletons. Acesse nosso formulário de cotação de ingressos para mais informações.

 

Agradecemos ao Skeletons pelo tour e cortesia nos ingressos

Já conhece os serviços da Andreza?

2 comentários em “Skeletons: O novo museu de esqueletos em Orlando”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *