/ Eventos de corridas/ Eventos Especiais

Como é ser voluntário na corrida Run Disney

Desde a nossa primeira corrida Disney eu venho observando os voluntários. Geralmente alegres, animados, passando energia aos corredores… Isso sempre me chama a atenção. Outra coisa que eu sempre notei eram alguns corredores agradecendo aos voluntários por sua disposição por estar ali falando frases como “obrigada pelo seu voluntariado”.

Veja aqui nosso post completo sobre as corridas Disney em Orlando e sobre a nossa corrida na Disneyland Paris.

E eu tinha colocado como meta ser voluntária numa corrida Disney uma hora. E essa hora chegou meio sem esperar: quando marcamos essa viagem já não tinha mais vaga para as provas que eu queria na corrida Star Wars, mas ainda iam abrir as inscrições para os voluntários. Então fiquei de olho para tentar aproveitar a oportunidade e deu tudo certo e consegui realizar mais esse desejo Disney que eu tinha.

E nesse post vou contar como é ser voluntário nas corridas Disney, como se inscrever, como funciona e tudo o que vimos durante a corrida.

Como é o processo de voluntariado para a corrida Disney

Diferentemente do que ocorre com as corridas, as inscrições não ocorrem com tanta antecedência. Enquanto as corridas tem inscrições abertas com 8, 10 meses de antecedência, as inscrições para ser voluntário abrem uns 3 meses antes. Porém, da mesma forma que as corridas, as vagas acabam bem rápido.

Antes de escolher qual corrida íamos participar, vimos o tempo de serviço prestado. A corrida de 5k previa um trabalho de 6,5 horas. Já a prova de 21k o tempo estimado é de até 11 horas de trabalho. Então não quisemos abusar muito na nossa primeira experiência e escolhemos a prova mais curta para testar.

Feita a inscrição, recebemos um email que nossa inscrição havia sido realizada, mas que não estávamos confirmados como voluntários ainda e que só perto da data receberíamos um email com confirmação. Com isso ficamos praticamente 2,5 meses esperando sem saber se realmente seríamos “escolhidos”.

Eu não sei muito bem qual o critério para confirmar ou não uma pessoa. Não saberia dizer se eles negam alguns ou não. Eu e meu marido nos inscrevemos e fomos “aceitos” nas posições que escolhemos.

Aliás, esse é outro ponto: você escolhe a posição que vai atuar já no momento da inscrição: entregar medalha, entregar água durante o percurso, entregar água e isotônico na linha de chegada (que foi a que escolhemos)… Então você não é pego desprevenido com a sua atividade durante a prova.

Faltando duas semanas para a corrida, recebemos um email de confirmação e instruções para a retirada da nossa credencial, que poderia ser feita dias antes do escritório da Disney Sports ou no final de semana da corrida direto na Expo. Nós optamos por retirar dias antes para já ir lendo os procedimentos para o dia D e tentar sanar as dúvidas caso tivéssemos alguma. Recebemos somente a credencial, uma sacola transparente e um folheto com as instruções.

Nesse email eles diziam que teríamos recebido uma carta no nosso endereço, mas como não tinha chegado nada na nossa casa, mandei um email e eles disseram não ser necessária a carta (então por que será que mandam? rs). A carta acabou chegando com atraso e constava nela o mesmo folheto que retiramos junto com a credencial.

Eu gostaria de ter me inscrito para a entrega da medalha, mas em poucas horas as vagas se esgotaram e eu perdi o timing. Então escolhemos outra posição na linha de chegada, quando os corredores já estão super felizes e tudo é festa!

Só que é festa só para eles; para os voluntários é trabalho pesado. Chegamos 2h30 da manhã no estacionamento do Epcot para fazer o check-in e receber as primeiras orientações. No check-in recebemos uma camiseta de uso obrigatório. Já vi corridas que dão uma jaqueta – não sei qual o critério para ser um ou outro. Eu imagino (puro chute) que as corridas de janeiro, fevereiro e novembro seja entregue jaqueta, por serem meses de frio, e essa de maio que fizemos seja camiseta, por ser mais quente.

Recebemos também uma água e um kit de lanche, que é o mesmo kit entregue para os corredores no fim da prova.

No crachá havia uma nota que nosso ponto de encontro era na placa do Buzz e essas placas ficavam logo após o check-in. Ficamos ali esperando alguns minutos.

Por volta de umas 3h15 começaram a chamar os voluntários por grupo de atividade. Alguns seguiram de ônibus, que provavelmente seriam os que ficariam dentro de algum ponto do parque e a maioria seguiu a pé para seus pontos, que eram próximos dali.

Fomos levados para o ponto de hidratação metros depois da linha de chegada. Quando cheguei lá eu tomei um susto; eram muitos engradados de água e isotônico no meio do caminho. Eu fiquei imaginando como tudo aquilo ia sair dali. Rapidamente entendi que sairiam com as nossas próprias mãos.

Fomos orientados pela nossa líder a abrir os pacotes e colocar os itens em cima das 25 mesas que estavam espalhadas na área. O que não coubesse em cima das mesas deveria ser carregado para embaixo ou atrás delas. Parecia impossível que aquilo tudo ia sair dali.

Depois de uns 40 minutos de um super trabalho em equipe, as 25 mesas estavam cheias de água e isotônicos e tudo estava arrumadinho para a chegada dos corredores. E a organização da Disney nessa hora é demais: conforme pegávamos as bebidas, as caixas de papelão e madeira vazias sumiam rapidamente do caminho. Toda uma equipe de apoio ia tirando tudo de lá e deixando limpo.

Essa parte foi bem cansativa porque carregamos caixas, abrimos pacotes… Um agacha-levanta, anda para lá e para cá… Eu estava suando!!!

Olhando toda aquela bebida, meu marido achou muita coisa e achou que era para os três dias de prova. Que nada, acredite: 80% dessas bebidas todas foram pegas pelos corredores depois da corrida. Impressionante!

A partir daí tivemos um tempo livre só esperando. Ficamos em torno de uma hora de bobeira até que foi dada a primeira largada. E aí já ficamos a postos, pois em torno de 20 minutos depois começariam a chegar os primeiros participantes. Batata! Com pouco menos de 20 minutos, por volta das 5h50 apareceram os primeiros.

Eu estava na primeira mesa entregando água, então era a primeira mesa que eles viam ao fazer a curva. No comecinho foi tranquilo, pois só chegavam os corredores bem rápidos, então era pouca gente. De repente eram centenas de pessoas passando ao mesmo tempo. Se eu fosse um polvo e tivesse 8 braços eu ainda não conseguiria entregar água para tanta gente que passava. Era uma coisa assustadora 😀

E esse movimento insano ficou por aproximadamente uma hora. Muita, muita gente, mesmo! Gente de todas as idades, cores, raças… atléticos, obesos, fantasiados, sozinhos, casal, famílias inteiras, deficientes, pessoas sentido lesões… Um ambiente extremamente eclético, alegre e de superação para alguns.

E ao mesmo tempo que tentávamos ser bem rápidos para entregar bebidas a todos, recebíamos sorrisos e agradecimentos dos corredores. É claro que sempre tem um ou outro que nem olha na tua cara, mas a grande maioria agradecia, sorria, era gentil, fazia uma brincadeira… E alguns realmente fizeram o que eu vi em outras corridas: agradeceram o nosso voluntariado de uma forma bem sincera.

Impossível descrever a sensação. Confesso que eu fiquei tentei esconder, mas quando chegamos em casa meu marido falou que me viu com os olhos marejados algumas vezes durante a prova (como estou agora escrevendo esse post e lembrando de tudo). Não deu para segurar a emoção.

E me permite dar um conselho: quando fizer uma corrida e tiver voluntários, sorria para eles e seja gentil, você não sabe como isso é legal para quem está do outro lado. É claro que também tinha uns poucos voluntários com cara de cocô (nem sei porque se inscreveram), mas a maioria está lá super motivado e vai ficar feliz se você retribuir.

Voltando aos procedimentos durante prova: depois de um certo tempo de corrida, conforme algumas mesas iam ficando vazias, a nossa líder orientava a não repor os itens e simplesmente arrastar a mesa para um canto e se juntar a outras pessoas em outras mesas. Ela deve ter alguma informação ou estatística e já sabe que a corrida já está do meio para o fim, pois a partir daí o movimento começou a ser menos intenso. No final tínhamos basicamente só 6 mesas abertas oferecendo água e isotônico para os corredores.

Às 8h em ponto passou o último corredor a e corrida estava oficialmente encerrada. Recolhemos as bebidas não usadas, fomos fazer o check-out e fim!

Nosso grupo de voluntários depois do fim da prova

Acordamos à 1h30 da manhã, trabalhamos por 5 horas e meia, saímos cansadões, com as mãos machucadas… tudo só pela empolgação de ajudar no evento.

Importante mencionar que teoricamente a Disney não dá nada para os voluntários. Depois que nos inscrevermos, li relatos de pessoas que ganharam um ingresso de um dia na hora da saída, outros que receberam ingresso em casa dias depois, outros que afirmavam que só quem trabalha nas provas maiores é que ganham alguma coisa… Enfim, não sei dizer! Se chegar algo em casa, conto para vocês depois. Como não esperávamos nada, ficamos bem 🙂

Foi muito legal estar do outro lado dessa vez; ajudando a festa a acontecer. Das outras vezes fomos os corredores e dessa vez tivemos uma outra visão do evento, que é tão interessante (e cansativo até) como a própria corrida. Foi muito gratificante e emocionante. Melhor do que eu imaginava.

Dicas para quem pretende ser voluntário

  • Se você pretende ser voluntário, sugiro ficar de olho no site da Run Disney, pois eles vão atualizando quando será a inscrição para cada prova. Ao abrir, faça a inscrição nos primeiros minutos, pois para alguns postos e provas as vagas se esgotam muito rápido. Quando nos inscrevemos vi que tinha uma opção de Wait List (lista de espera) quando algumas funções já estavam esgotadas, mas não sei como funciona essa lista. O ideal é garantir a inscrição, mesmo. E que mesmo assim não garante nada, já que eles falam, como já mencionei acima, que a confirmação só ocorrerá dias antes da prova.
  • Estava um pouquinho frio e eu levei um casaquinho que usei por cima da camiseta. Foi pedido que eu deixasse o casaco bem aberto para aparecer o nome da instituição apoiada pela Disney. O nome da empresa precisa estar bem visível, então pense nisso na hora de escolher a roupa para ir, levando em consideração que às vezes eles dão casaco e às vezes camiseta e você só fica sabendo na hora.
  • Na hora da retirada da credencial, recebemos a sacola transparente, que acabei não levando, pois não tinha nada para guardar e chegando lá ela fez falta, porque ganhamos o kit de lanche antes da prova, então guardamos para mais tarde e também tive que trocar de camiseta e precisava guardar a minha. Consegui uma outra sacola lá, mas a dica que eu dou é levar a sacola transparente, mesmo que vazia, assim você pode guardar o lanche e mais alguma coisa. Não é permitido entrar com bolsas e mochilas que não sejam as transparentes.
  • Leve pouca coisa. Eu fui só de carteira e celular, ambos no bolso. Não há guarda-volumes para os voluntários. E atenção: no momento do check-in é pedido um documento com foto.
  • O horário que eles marcam para chegar lá, que no nosso caso era 3h da manhã, é basicamente o horário para começar a levar os voluntários para seus postos. Então procure chegar pelo menos uns 15 minutos antes do horário marcado.
  • Fique atento no momento da inscrição ao tempo de serviço exigido para cada prova/atividade. A prova de 21k, por exemplo, o trabalho começaria por volta das 2h da manhã e seguiria até 11h30. Bem longo e cansativo. Então se organize direitinho.
  • Para retirar a credencial é necessário levar o waiver (termo de consentimento) assinado e um documento com foto. O waiver fica disponível no site da Run Disney.
  • É possível ser voluntário também durante a Expo, que é o local onde os corredores retiram o kit da prova; não considero tão legal quanto à corrida, mas é uma opção. E também na corrida das crianças, que deve ser bem fofo!
  • Maiores de 14 anos já podem ser voluntários. Entre 14 e 16 anos devem estar acompanhados pelo responsável. E qualquer um abaixo de 18 anos deve ter o termo (waiver) assinado pelo responsável. Não é permitida inscrição de menores de 14 anos.
  • Não é permitida a presença de acompanhantes na área de voluntários, inclusive crianças. Os acompanhantes devem ficar na área do público regular.
  • Não é necessário morar nos Estados Unidos para ser voluntário; nós moramos no Brasil e nos inscrevemos normalmente.
  • É desejável falar um pouco de inglês para entender as instruções básicas, mas não é necessário fluência para ser voluntário nessas atividades de água e medalha. Com certeza para trabalhar na Expo é necessário.

Como se inscrever para ser voluntário nas corridas Disney

As inscrições para ser voluntário são feitas no site da Run Disney, numa área específica para voluntários.

Nessa tela você deve escolher em qual prova deseja ser voluntário. Lembrando que as inscrições de voluntário das corridas Disney abrem por volta de 3 meses de antecedência, então muitos meses antes realmente não vai ter informação nenhuma ou só informações do ano anterior.

Na aba Registration aparece o link em “now open“, ao clicar nesse link, somos direcionados para um site à parte.

Serão apresentadas as provas que estão com inscrições abertas. Selecione a prova.

Em seguida selecione a opção “Individual Volunteers

A partir daí será solicitado para fazer cadastro, escolher a atividade na corrida, etc. Ao fazer a inscrição você recebe automaticamente um email de confirmação da cadastro e que, como eu mencionei anteriormente, não é ainda uma confirmação da inscrição. A confirmação chegará pelo correio ou email algumas poucas semanas antes da prova. E a partir daí é tudo o que eu já expliquei durante o post 😉

 

A experiência de ser voluntário numa corrida Disney foi tão bacana, que queremos voltar em outra oportunidade. Agora resta o dilema: se inscrever na corrida ou como voluntário. 🙂

Já conhece os serviços da Andreza?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *