/ Outros destinos

Onde foi gravada a série The Walking Dead

Já contei no post sobre as locações de Stranger Things que visitamos a região de Atlanta, no Estado da Geórgia, e que além de conhecer a cidade, escolhemos esse destino para visitar as locações das duas séries que gostamos, The Walking Dead e Stranger Things.

Apesar de gostar de Stranger Things, a minha série do coração é The Walking Dead. Eu e meu marido assistimos há mais de 8 anos em tempo real e sempre passamos meses esperando os novos capítulos quando cada temporada se encerra. Somos realmente fãs!

E estar “dentro das cenas” da série seria uma alegria imensa. Pode parecer uma bobagem, mas além de muito divertido, em alguns momentos foi até emocionante ver de perto determinadas locações usadas na série.

E além das locações disponíveis na rua, nós fizemos o novo tour que visita os estúdios onde estão lugares emblemáticos da série como a prisão, Hilltop, o Santurário e outros, que só podem ser vistos por quem faz o tour. Vamos contar sobre ele durante o post também.

Como visitar as locações de The Walking Dead

Como a série já está no ar há muitos anos, existem dezenas de locações para visitação, pois muitos lugares da região foram usados nas filmagens. Nós escolhemos alguns mais importantes e representativos, mas é possível visitar muitos outros pontos onde gravaram cenas da série.

Para quem não acompanha, The Walking Dead, é uma série da AMC, apresentada no Brasil pela Fox, que mistura drama e suspense. E diferentemente do que a maioria das pessoas que não acompanha a série imagina, os zumbis são só um pano de fundo, um cenário para apresentar como age o ser humano durante o caos. Não é uma série de terror, apesar de ter algumas ceninhas meio nojentas. Quem tiver interesse em dar uma espiada ou quiser começar a assistir, a Netflix tem todas as temporadas lá.

Vou deixar aqui, antes de começar a falar de cada locação, um mapa com todos os pontos de gravação de The Walking Dead que visitamos durante nossa viagem. Somente um ponto, marcado em vermelho, nós tiramos do roteiro da última hora e outro em verde onde não é possível acessar; todos os outros serão relacionados nesse post.

 

Além disso vou deixar nesse link os endereços de todas as locações de The Walking Dead que visitamos. Você poderá usar o mapa acima, abrindo no seu celular e usar o GPS do Google Maps ou pode baixar e imprimir o arquivo com os endereços. No fim desse post tem indicações de como conseguir visitar mais locais.

Você também pode ver todos os Stories que fizemos no Instagram aqui.

E fizemos um vídeo lá também e vou deixar aqui por vocês. Aproveite para seguir o nosso canal no Youtube.

Diferentemente do que ocorre com Stranger Things, The Walkind Dead tem como principais locações lugares em Atlanta e na cidade de Senoia, a mais ou menos uma hora de distância de Atlanta. As cenas em Atlanta são praticamente todas da primeira temporada. Atualmente quase tudo é gravado em Senoia e arredores. Mas de qualquer forma é melhor fazer tudo de carro, pois nada é muuuuito pertinho. Para locação de carro recomendo a Rentcars, que tem ótimos preços e condições.

Visitando essas locações vimos como tudo é muito diferente na vida real, do que é mostrado na TV e no cinema. Algumas locações de The Walking Dead são extremamente distantes na série, mas na verdade são vizinhas. E outras são super próximas na série, mas muito distantes na realidade. E hoje, assistindo a série novamente, morremos de rir de saber onde fica o quê e como eles nos “enganam”. 😀

Algumas pessoas me perguntaram durante a nossa viagem se seria possível ir e voltar de Orlando para Atlanta num único dia. Não dá!! Atlanta fica a umas 7 horas de carro e mais o tempo de visita às locações, fica inviável. Acho que para fazer o deslocamento e a visita a todos os locais que vamos mencionar aqui, o ideal seria uns 3 dias.

Nós nos hospedamos em Atlanta e de lá íamos para as locações de carro. Além de já ter algumas locações ali na cidade, mesmo, é um lugar com ótima estrutura de hotéis, atrações e restaurantes. Veja aqui opções de hotel em Atlanta. Se você for muuuuito fã e quiser conhecer muitas locações na região de Senoia, aí talvez seja interessante dormir por lá. A cidade mais próxima com opções de hotel é Peachtree City, que fica a 15 minutos de Senoia. Veja aqui opções de hospedagem em Peachtree City.

Nós levamos conosco, além dos nossos Funko Pop, algumas fotos em várias das locações que íamos visitar e tentávamos representar a mesma cena. Claro que falta o mundo em apocalipse em volta, mas até que ficaram bem engraçadas! 😀

Lugares onde foram gravadas as cenas de The Walking Dead

Aqui vamos ter locações em Senoia e Atlanta. Vou começar falando de Senoia, onde tem bastante coisa e de onde sai o tour, que eu mencionei e aí vamos “subindo” no mapa. Vou dizer o que hoje está instalado em cada local, mas essa informação é baseada em dezembro de 2018. A situação dos prédios pode se alterar com o tempo; podem ser ocupados, desocupados, abrir um novo negócio… Então é impossível garantir o que você irá encontrar quando visitar.

Algumas casas são ocupadas por famílias e alguns prédios por empresas. Sempre que encontrar as placas de “não ultrapasse”, não tente entrar, pois estará violando leis; tire sua foto à distância para evitar problemas.

Riverwood Studios – É nos estúdios da Riverwood que ficam alguns cenários da série e é lá que ocorre o The Walking Dead Studio Tour. Ele foi criado dias antes da nossa viagem e agendamos assim que lançaram.

Esse tour deve ser agendado com antecedência através do site deles e está programado para ocorrer só até final de março, quando as gravações recomeçam e também só é realizado de sexta a domingo. Então não é um tour que é possível fazer em qualquer época, o que o torna ainda mais exclusivo.

São aproximadamente duas horas de tour pelos estúdios em um micro ônibus, que passa pelos seguintes locais:

  • Lixão
  • Oceanside
  • Santuário
  • Local onde o Negan matou o Glenn e o Abraham
  • Hilltop
  • O lago infestado de zumbis onde o Rick e o Aaron pegam suprimentos
  • Alexandria

Porém, só descemos em alguns pontos e fotos são permitidas em pouquíssimos lugares. É permitido descer no Santuário, Oceanside, Lixão e Alexandria, mas só nesses dois últimos é que é permitido fotos e nos ângulos que eles determinam. O local onde o Gleen e o Abraham morreram e o lago pode ser fotografado, mas não descemos nesses locais. E Hilltop nós entramos com o ônibus ficamos alguns minutos lá dentro, mas não pode descer e nem tirar fotos. De doer o coração não poder tirar as fotos. Mas onde podia, nós garantimos as nossas.

Barco onde Rick e Aaron encontram suprimentos, com direito a zumbis na água
Local onde Negan matou Glenn e Abraham
Dentro dos muros de Alexandria – único local onde as fotos são permitidas
Lixão

Durante o tour pelos estúdios o guia vai explicando todas as localidades, mostra alguns veículos e peças usadas em determinadas cenas e conta sobre alguns truques de gravação. E tudo é em inglês; quem é fã, mas não fala o idioma vai curtir o visual, claro, mas vai perder muitas informações que são passadas. Para quem é fã, uma informação interessante: a prisão usada pelo grupo do Rick ficava no prédio onde hoje fica o Santuário do grupo do Negan, portanto a prisão não existe mais.

O tour é simplesmente maravilhoso! Realmente só é ruim o fato de não poder tirar as fotos, mas foi incrível ver as principais locações de The Walking Dead. Amei!!!

O custo é de US$65,00 para adulto e US$45,00 para crianças entre 8 e 11 anos. A compra dos ingressos e reserva são feitas no site do The Walking Dead Studio Tour. Não é permitido acessar os estúdios e essas localidades se não tiver ingresso para o passeio600 Chestlehurst Rd, Senoia.

Alexandria – A comunidade de Alexandria fica na cidade de Senoia e é realmente toda murada. Lá dentro moram algumas famílias dentro das casas que na série são ocupadas pelos personagens, mas algumas construções são só cenográficas. Essas famílias concordaram em morar dentro do “cenário da série” e devem seguir diversas regras. É possível ver os muros de Alexandria do lado de fora, mas só é permitido entrar com o tour. Se não fizer o tour, essas são as visões que terá do local. McKnight Dr, Senoia.

Muros de Alexandria – Se não fizer o tour você pode ver pelo lado de fora

Trilho do trem para o Terminus – Parte do trilho do trem que os personagens percorrem para chegar ao Terminus fica ali, mesmo, em frente de Alexandria. Muitos trechos de trilhos de trem aparecem na série e a região tem muitos deles, mas algumas cenas foram gravadas nesse trecho. Uma das principais é a cena em que Carol, Tyresse junto com as duas meninas Lizzie e Mika e a Judith ainda bebê veem uma das placas para o Terminus. A placa do Terminus não está mais lá para fotos. 1 Main St, Senoia.

Woodburry – Todas as gravações da comunidade de Woodburry, onde vivia o Governador, foram gravadas no centro de Senoia. É tudo aberto e pode ser visitado normalmente. Main St, Senoia.

Restaurante Nic & Norman’s – Nessa mesma rua fica o restaurante Nic & Norman’s, que pertence ao produtor de The Walking Dead Greg Nicotero e ao ator Norman Reedus, que faz o Daryl. O restaurante não tem tema da série, mas muita gente vai, inclusive nós, por ser fã. O ambiente é bacana e a comida é gostosa. Mas o melhor é que tivemos a sorte de encontrar o Greg Nicotero em pessoa lá no restaurante. Ele estava com a família e não tive coragem de incomodar durante a refeição, mas na hora que eu estava esperando na fila do banheiro, ele se levantou da mesa e eu não resisti. Ele foi extremamente gentil; eu falei que tinha feito o tour, ele perguntou se eu gostei, conversamos rapidamente e tiramos uma foto. Foi incrível! Quem sabe você também dá sorte de encontrá-lo. 20 Main St, Senoia.

O Norman só estava representado pelo boneco…
…mas o Greg estava lá em carne e osso

Loja e museu – Ali pertinho fica a loja The Walking Dead Store, uma loja com muitos artigos da série. São roupas, acessórios, artigos de decoração… Nós compramos uma Lucille para decorar a nossa sala 🙂 . Embaixo da loja fica um mini museu com algumas peças da série, inclusive a famosa porta do hospital onde o Rick acorda do coma. Não tem custo para visitar o museu. E ali mesmo tem um cara que é sósia do Abraham e faz umas fotos num cenário. Ele tem as roupas, armas e uma Lucille. Bem engraçado! Claro que fizemos, né 😀 48 Main St, Senoia.

A loja que fica no andar de cima…
No andar de baixo o museu
“Matando” o Abraham com a Lucile – trash, mas engraçado!

Casa do Dwight – Quem acompanha a série deve se lembrar que, quando a mulher do Dwight foge do Santuário, ele vai atrás dela na casa onde eles morava, mas ela não estava lá. A casa que foi usada na gravação fica a 5 minutos do centro de Senoia. 30 Golfview Ct, Senoia.

Acampamento da primeira temporada – Logo nos primeiros capítulos, Rick, Lauren, Carl, Carol, Shane, Andrea e outros estão acampados numa pedreira. Esse local é a Bellwood Quarry, porém ela está em obras para abrigar um parque da cidade e está tudo uma bagunça por lá, pelo o que vi na internet, então desistimos. Essa pedreira também foi usada em Stranger Things; é a única locação comum entre as duas séries.

Terminus – A 50 minutos de Senoia, bem longe do trilho do trem que já vimos, fica o prédio da comunidade do Terminus, que era habitada na série por um grupo de canibais. Fica num lugar extremamente sinistro de Atlanta. Parece estar abandonado, mas tem placas de “não ultrapasse”, então nós não entramos para evitar problemas; só tiramos fotos do carro, mesmo. 793 Windsor St SW, Atlanta.

Casa do Morgan – Uns 10 minutos dali fica o local onde era a casa do Morgan exibida logo nos primeiros capítulos, quando o filho dele ainda estava vivo e ele encontra o Rick. Por ser uma residência, não é permitido o acesso. 376 Ormond St SE, Atlanta.

Casa do Rick – Bem perto dali fica a casa do Rick, que também apareceu somente nos primeiros capítulos. Ele vai até lá depois que acorda do coma atrás da mulher e do filho e não os encontra. Como também é uma casa e moram pessoas ali, não é permitido entrar. 817 Cherokee Ave SE, Atlanta.

Rick chega a Atlanta – A 10 minutos dali fica a ponte de onde se tem a mesma visão da cena onde o Rick chega a Atlanta de cavalo e entra no centro da cidade. É uma das cenas mais famosas e era o cartaz da primeira temporada. 170 Jackson St NE, Atlanta.

Rick encontra um tanque – Mais 10 minutos adiante, já no centro de Atlanta, está a esquina onde o Rick se depara com um tanque do exército no primeiro episódio da série, quando está montado num cavalo. Depois de ver um grupo de zumbis, ele acaba entrando no tanque. 49 Forsyth St NW, Atlanta, esquina com a Walton St.

Rick vê o helicóptero e horda de zumbis – Nesse mesmo quarteirão o Rick vê o reflexo de um helicóptero no prédio Centennial Tower e encontra uma horda de zumbis num beco. Tudo isso ocorre basicamente no mesmo lugar. O local exato onde ele vê o helicóptero é em frente ao 51 Walton St NW e o beco com os zumbis é na esquina da Walton St com Fairlie St.

Delegacia do Rick – A 15 minutos do centro fica o prédio da delegacia do Rick, que só parece no primeiro capítulo. O Rick vai até lá com o Morgan, pega armas e roupas, sai pelos fundos e vai embora de carro. Atualmente nesse prédio está instalado uma empresa. Como a cena foi gravada nos fundos da empresa e como não havia placas de “não ultrapasse”, nem portão e a empresa estava fechada quando estivemos lá, optamos por ir até o fundo e tirarmos as fotos. Algumas outras empresas ao redor tinham placas de não ultrapassar, então nesses casos o melhor é não passar, mesmo. Só fomos porque realmente não tinha nada impedindo, mas ficamos bem em dúvida se íamos ou não. 1737 Ellsworth Industrial Blvd NW, Atlanta.

Hospital onde Rick acorda do coma – Uma das primeiras cenas da série e uma das mais famosas é o Rick acordando do coma no hospital todo destruído, com diversos corpos e zumbis. Ele sai de lá e encontra o um caos total do lado de fora. Fica a uns 10 minutos do prédio da delegacia. Esse prédio está completamente abandonado e está bem sinistro. Não tinham placas e acabamos entrando no pátio para as fotos, mas confesso que foi o lugar que mais deu medo, pois poderia sair todo tipo de gente (bem pior que zumbi) de dentro daquele prédio. Depois ficamos meio arrependidos de termos corrido o risco, mas agora já foi. Se optar por entrar no pátio para fotos, fique bem atento e tome cuidado. 2373 Bolton Rd NW, Atlanta.

Centro de Controle de Doenças – Ainda na primeira temporada, Rick e o seu grupo saem do acampamento (na pedreira mencionada mais acima) e resolvem seguir para o Centro de Controle de Doenças para tentar encontrar a cura para o “mal zumbi”. Lá encontram somente um cientista e um ou dois capítulos depois o local ativa o sistema automático de segurança, se explode e fica completamente destruído. Esse prédio é na verdade uma casa de espetáculos, a Cobb Energy Performing Arts Centre2800 Cobb Galleria Pkwy. 

Como eu já havia comentado: são dezenas de locações existentes; a maioria delas com menor relevância na série, então poderíamos ter visitado muitas outras, mas optamos por selecionar algumas e deixar outras para uma próxima oportunidade. Mas caso você seja muito fã e tenha mais tempo, você pode ver onde ficam praticamente todas as locações no site TWD Locations. Eles possuem a busca de locações por região, através do mapa, ou por temporada. Extremamente completo!

Detalhe: eles informam alguns endereços, que não podem ser acessados, como locações dentro dos estúdios, como prisão, Hilltop, Santuário e Oceanside, que ficam dentro do Riverwood Studios e só podem ser vistas no tour, ou o Reino, que fica dentro do Tyler Perry Studios ou a fazenda do Hershel, que é propriedade privada e não pode ser acessada. Então fique de olho para não perder viagem em algumas localidades.

Entrada do Tyler Perry Studios, onde fica o Reino; não é possível entrar

Nós adoramos o passeio. Foi muito legal ver os lugares onde foram gravadas as cenas da nossa série favorita e representar as mesmas cenas que os atores. Com certeza voltaremos uma hora para visitar outras locações. Se já foi até lá conte-nos o que achou!

Já conhece os serviços da Andreza?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *